18 de mai de 2011

Me bastam...

"Não posso recomeçar porque tudo soaria falso e inútil. As minhas verdades me bastam,mesmo sendo mentiras. Não é mais tempo de reconstruir.(...)"

-Caio 3D: O essencial da década de 1970

13 comentários:

  1. Sabe, isso me faz pensar que as vezes nos apegamos mesmo ao que não vale a pena, nos apegamos não por importância, mas por kilômetro percorrido, por ML de lágrimas pingadas e intensidade de sentimentos perdidos... Meu prazer em ler-te sempre Lilian... Felipe Milianos aqui nesse instante, na sua estante!

    ResponderExcluir
  2. Que pensamento triste,Flor.
    acredito que qualquer momento é tempo de reconstruir,mudar...refazer a partir do ponto em que se parou,só não pode se confortar com mentiras.
    Um beijo grande pra ti!
    Pai te cuide*

    ResponderExcluir
  3. Começar de novo e contar comigo
    Vai valer a pena ter amanhecido
    Ter me rebelado, ter me debatido
    Ter me machucado, ter sobrevivido
    Ter virado a mesa, ter me conhecido
    Ter virado o barco, ter me socorrido

    Começar de novo e só contar comigo
    Vai valer a pena ter amanhecido
    Sem as tuas garras sempre tão seguras
    Sem o teu fantasma, sem tua moldura
    Sem tuas escoras, sem o teu domínio
    Sem tuas esporas, sem o teu fascínio
    Começar de novo e só contar comigo
    Vai valer a pena já ter te esquecido
    Começar de novo...


    Este é um dos meus hinos de VIDA!

    beijos em você!

    Bia

    ResponderExcluir
  4. É duro sentir que nao podemos mais recomeçar... mas acredito que sempre é tempo para recomeçar, mesmo que for aos poucos temos que recomeçar.

    ResponderExcluir
  5. Sempre acreditei que é melhor estar errado à minha maneira do que certo à maneira dos outros.
    Acho que essa é uma excelente forma de se bastar com as próprias verdades.

    Reconstruir-se? Nem sempre é possível. Às vezes alguns pedaços realmente são perdidos e não conseguimos reintegrá-los.

    Isso não significa que tudo está perdido. A gente nem sempre se reconstrói, mas, mais cedo ou mais tarde, a gente se regenera (o que é bem diferente).

    Nossa, escrevi um post e não um comentário... rs. Você me inspirou.

    ResponderExcluir
  6. Credo Li, que triste.
    Só tem um tempo que n é tempo de reconstruir: qnd o último suspiro sai dos nossos pulmões.
    Enqt isso, sempre é tempo.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Olha só que vergonha, eu, amante de leitura, nunca nunquinha li um livro do Caio!
    Acredita?
    Tudo que sei dele veio da blogosfera, da internet. Preciso corrigir esse meu defeito rápido.

    Beijinhos*

    ResponderExcluir
  8. Recomeçar? Já! De todas as formas, cores e sabores. Desculpe-me a audácia de não concordar com a mensagem do post ^^
    "Eu posso não concordar com o que você diz, mas defenderei até a morte o direito de dizê-las" (Voltaire)

    Adorei o blog, segui ^^

    ResponderExcluir
  9. É sempre tempo de reconstruir... Mas como sempre adoro Caio, que aprendi a ler através do teu blog!

    Bjito directamente da Lua

    ResponderExcluir
  10. que maravilhoso!
    sempre que venho aqui me deparo com coisas qu me fazem bem de ler.

    ResponderExcluir
  11. Enqto os dados rolarem...Quem sabe, poderá sim!?
    O tempo e a teimosia(FÉ) SÃO Gdes aliados.

    bj, linda!

    ResponderExcluir
  12. Às vezes a vida nos despede dela,e como seguir?
    Recomeçando? Pode ser mais difícil que dar um fim,um basta.Mas que esse desafio lhe faça continuar apesar de tudo,de todos e daquele alguém em especial que lhe deixou tão sem vontade para seguir ou voltar a fim de reconstruir o estrago.
    :)**

    nossasmentirassinceras.blogspot.com

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)