21 de ago de 2010

Dolorido-Colorido

"Bastou um sopro de um emplastro poderosíssimo. Dizem que ressuscita até mortos. Principalmente os corações cansados de bater sem serem ouvidos. Sara hoje. Sara agora. Eu te ordeno. E que te levantes do túmulo. Ela me deu a mão. E o pó de pirlimpimpim. Estou brilhando que nem purpurina. Agora ninguém vai saber que estou machucada por dentro. "
[ Pipa, a que agora é herói]

Onde deveria haver um coração não há nada mais que uma massa disforme. Só um órgão dilacerado e cauterizado. Há um imenso vazio. Só há saudades. Tenho a voz cansada de gritar seu nome no silêncio que ecoa dentro de mim. O grito se perdeu no som inaudível do meu choro que abafo no travesseiro. Só queria o ter por perto. E contigo chorar toda a tristeza de ser tão só.

Estas perdido para sempre. Nunca o consegui alcançar...nunca cheguei ao seu coração. E agora, não tenho mais o meu. Tudo me escorreu pelos dedos... como os grãos de areia da ampulheta do tempo que se esgota... Grão a grão... e eu mesma os ouço se esvaindo. Perder-se também é um caminho. E é muita coragem desistir do caminho depois de tanto tempo, isso porque ando, corro e me arrasto, mas você fica cada vez mais distante. Olho para os lados e é como se estivesse presa naqueles sonhos que você corre, corre e continua no mesmo lugar. Olho o mundo e agora reina o nada. Você reinava no meu pensamento, nas minhas palavras. Mas, palavras hoje deixam de ser necessárias. Dissipei-me em lágrimas de fuga sobre os meus sonhos. Sonharia contigo, se já não os habitasses.

Sem você as minhas noites são tão tristes. Os dias. O mundo não me interessa mais. O mundo é desesperadamente prático e não há lugar para dores sentimentais e corações despedaçados. Aliás, não tenho mais lugar em lugar algum. Eu só finjo que tenho. Irei fingir para o mundo. Ninguém suspeitará da dor por cima desse sorriso recortado de tempos passados e colado sobre esse rosto que agora só encerra a consternação. Só os olhos me denunciarão para os mais atentos. Só eles mostrarão o buraco na alma da parte de mim que me falta, era o lugar onde habitavas. Você não os perceberá... Será melhor assim. Não sobrou muita coisa. Só sobrou a música. Serei eternamente uma caixinha de música desacertada, tocando sempre a mesma melodia, arranhada pelo tempo, roubada pela vida, destroçada pelo amor.

[ Lia Araújo]

13 comentários:

  1. arrepiei-me! AS palavras são tão concretas, as vezes não alcançam com precisão a subjetividade e a força de tantos sentimentos, ao contrário desse texto tão preciso!

    ResponderExcluir
  2. ah, parabéns pela escolha da imagem! ela quase fala...

    ResponderExcluir
  3. gostei muito do blog em si, parece que tu conseguiste atar os melhores textos em um só lugar. Meus parabéns.
    Seguindo.

    ResponderExcluir
  4. Belíssimo post!
    Pipa e Lia Araujo, uma combinação perfeita!
    Beeijos *_*

    ResponderExcluir
  5. Gosto do seu blog e deixei um selinho pra vc la no meu portal Bjus!

    ResponderExcluir
  6. Nossa. Que belo texto.
    Bem dolorido, mas bem bonito.
    Beijos ;*

    bellanogueiira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. #CheckPoint @Sidney_Vilao: Olá Boa Noite, Gostaria de Notifica-la que foi indicada pelo meu blogger para receber + um selo, então não deixe de conferir.

    Um Grande Abraço e Muito Sucesso!

    Vilão do Romance - O que leio por ai? - Do Amor
    http://vilaodeumromance.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Adoro as duas de coração, e os textos se completam, fantástico isso!

    Beijos Lilian.

    ResponderExcluir
  10. Tudo concreto e firme quando ela escreve.

    Lili, se puder te peço que vote em mim no “Este blog pode virar um livro” http://tinyurl.com/2ewhv7v.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  11. Oi....que belissimo texto!!!!

    Me comoveu demais!!!!!!!

    Ai....que dor...de amor!!!

    Bjos!!!!

    Zil

    ResponderExcluir
  12. Olá, Lilian.
    Que belo texto. Tão forte, intenso... Eu me vi nessas doces linhas. Tantas vezes já me senti assim, mas não consegui como você que com palavras consegue descrever lindamente seu sentimento!!!

    LINDO BLOG!

    ;)

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)