26 de out de 2012

Forte

Você não pode se confessar fraco. Nunca. Você briga e argumenta e discute e consegue. Você fere e tenta não se deixar ferir. Você protege quem ama, protege a própria pele, protege quem até quem nem conhece. Você parte e toma partido, você defende suas causas e tenta não comprar prisioneiros. Você prende o choro. [Ou você chora quando ninguém vê?]. Você aguenta consequências, você mente que tudo vai ficar bem. Você escolhe, separa, perde e corta, não sem dor, até as pessoas de dentro de si.


Você batalha e luta e consegue e falha e tenta de novo. E então você se acostuma. Você se acostuma a ser forte. Você acha que sua armadura é a única opção. Não é. É prisão. Ou antes esconderijo. Dentro da armadura, debaixo do aço escovado, do ferro no fogo dobrado, da carne que sustenta seu corpo, está só uma criança. Você.


E é abraço. Às vezes é abraço o que você quer. É abraço o que você precisa. Mas você não sabe pedir. Você desaprendeu. Ou porque ouviu que abraço não se pede, ou porque pensa que pedir é fraqueza. E você precisa ser forte. Você é forte.


Você não precisa de nada. Muito menos de abraço.
Mesmo que sem ele você fique assim, aos pedaços.

Vinícius Linné

4 comentários:

  1. Divino esse texto, nos abrigamos a ser fortes porque o mundo pode ser cruel e se aproveitar de nossas fraquezas, mas as vezes por demasiado medo do mundo pagamos um preço alto demais por essa proteção, e me pergunto: - Será que vale a pena?

    Me fez pensar em algo e tudo que me faz pensar e sentir é muito bem vindo.

    www.eraoutravezamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Que lindo texto!! Adorei! Realmente é isso, buscamos ser fortes o tempo todo, nunca mostrar as nossas fraquezas.

    ResponderExcluir
  3. AMEI ENTRAR HOJE AQUI NESTE TEU ESPAÇO E LER AS TUAS POSTAGENS...MUITO BOM..,A IMAGEM DE FUNDO DO BLOG É EXCELENTE E AS FOTOS QUE ESCOLHES MARAVILHA...TE DEIXO UM BEIJO DE BOM FINAL DE SEMANA...

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)