14 de fev de 2012

Virá


‎'...o impulso para amar, para encontrar e conhecer e mergulhar no outro, é o que nos traz para perto da vida. E é por isso que quando se está de braços abertos, se está dando as costas para a morte.
Ou deixando, calmamente, tão calmamente quanto possível, que ela venha a seu
tempo — porque fatalmente virá.'
.
.
.
.
Caio Fernando Abreu, 
Carta à Maria Adelaide Amaral - Sampa, 29 de outubro de 1984.

2 comentários:

  1. Palavras de Caio sempre de abraço.

    bjo e...
    lindo dia!
    =)

    ResponderExcluir
  2. ai como eu queria saber escrever metade do que o Caio já escreveu.
    sempre lindo!

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)