25 de dez de 2011


Enquanto meus braços não são capazes de te alcançar, contento-me com a certeza de que estamos sob o mesmo céu, e com a chance de estares olhando para a mesma estrela que eu. Porque nós dois somos um e nada mais vai ser tão especial quanto nós e as nossas decisões. Sinto sua falta, cinco minutos é pouco pra mim, me devolve a minha eternidade. Vou fingir que estou beijando, os lábios que sinto saudade, e esperar que meus sonhos se tornem realidade.
Lucas Silveira

5 comentários:

  1. Tudo que Lucas escreve é tão cheio de delicadeza, tão cheio de verdade né?

    ResponderExcluir
  2. Oi Lilian, que lindinho.
    Obrigada por vir me visitar, abraço Cynthia

    ResponderExcluir
  3. =)É,Lucas,eu ainda acredito na simultaneidade dos sentimentos a dois.

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)