3 de jun de 2011

Só o que eu peço.


(...) Oh Deus, eu já fui muito ferida. Mas a quanta gente tenho pelo que agradecer.
 Só não cito os nomes para não ferir o pudor de quem eu citasse. 
Tenho recebido olhares que valem por uma reza.
 E há quem já tenha feito promessa por mim.
E eu? Vou tentar rezar agora mesmo, despudoradamente em público. 
É assim: Meu Deus - não, é inútil, não consigo.
 Mas talvez dizer um pedido que posso fazer e farei agora mesmo:
 Deus, fazei com que os que eu amo não me sobrevivam, 
eu não toleraria a ausência. Pelo menos isso eu peço.

(Clarice Lispector)

12 comentários:

  1. Infelizmente o curso natural da vida não está em nossas mãos resolver, e as vezes a dor da ausência é necessária.
    Beijokas, e um fim de semana excelente!

    ResponderExcluir
  2. não precisa se desculpar meu anjo...acho que fui eu que me expressei errado mesmo, e dei margem a outra interpretação....
    o poder pegar os textos qdo quiser continua valendo...

    Um beijo grande!
    Bom final de semana!!

    ResponderExcluir
  3. Amém!

    Beijo querida!
    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  4. bom seria se isto fosse possível né?
    Lindo pensamento de Clarice,sempre nos define.
    Um beijo,Li!

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito do texto e do BLog, parabens
    Estou a seguir-te
    Quando puder passa la no meu tbm

    http://essenciaego.blogspot.com/

    Abraço apertado...

    ResponderExcluir
  6. "Talvez se pensarmos, desejarmos, esperarmos e rezarmos
    Isso se torne realidade."

    Então fica o pedido,fica a esperança antes da ausência.

    **Bons dias,Lilian!!

    Renata Cibelle

    ResponderExcluir
  7. Gosto de "passear" por aqui!
    Abraço

    ResponderExcluir
  8. Ás vzs um gesto vale + q uma reza.

    Adorei!
    bjo de luz
    =)

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)