12 de mai de 2011

Para te morder e para soprar a fim de que eu não te doa demais, meu amor, já que tenho que te doer...


Pois logo a mim, tão cheia de garras e sonhos, coubera arrancar de seu coração a flecha farpada. De chofre explicava-se para que eu nascera com mão dura, e para que eu nascera sem nojo da dor. Para que te servem essas unhas longas? Para te arranhar de morte e para arrancar os teus espinhos mortais, responde o lobo do homem. Para que te serve essa cruel boca de fome? Para te morder e para soprar a fim de que eu não te doa demais, meu amor, já que tenho que te doer, eu sou o lobo inevitável pois a vida me foi dada. Para que te servem essas mãos que ardem e prendem? Para ficarmos de mãos dadas, pois preciso tanto, tanto, tanto - uivaram os lobos e olharam intimidados as próprias garras antes de se aconchegarem um no outro para amar e dormir.
Clarice Lispector,Os desastres de Sofia', in "Felicidade Clandestina"


14 comentários:

  1. noooooooossa que liindo, de uma mágica inexplicavel!

    ResponderExcluir
  2. CA RA CA !!!!!

    Começa pela imagem, e dp, o texto.
    PQP!
    Sem comentários!
    Caraca!

    ResponderExcluir
  3. Lilian!
    Fiquei aqui olhando essas palavras,tanta coisa me veio a cabeça rss
    Magnífico esse texto,não conhecia e já ameii imenso :)
    Um beijo

    ResponderExcluir
  4. Olá, querida!

    Adorei seu blog, tudo é perfeito ^^
    Quando estiver com mais tempo, vou voltar e ler tudinho rs


    Se quiser conhecer o meu, entre em semcorponenhum.blogspot.com

    Siga-o, se for de seu interesse!
    Beijo.s

    ResponderExcluir
  5. Clarice sempre falando tão bem, escrevendo aliás. Maravilhosa. Linda postagen Lilian, otima escolha.

    ResponderExcluir
  6. O amor com uma pitadinha de dor não é amor.

    ResponderExcluir
  7. Lindo esse texto,gostei muito quando li aqui! :)
    Beijo,Querida*

    ResponderExcluir
  8. O pior de tudo é a tentação de gostar da mordida do mesmo jeito que se gosta de um carinho...

    ResponderExcluir
  9. Menina, muito obrigado pela visita lá no pensamento polaroid.
    aqui me encanto e me derramo sempre.
    suas palavras nos deixa assim, numa espécie de vício. de torpor que vai nos invadindo e tomando espeços...

    Parabéns mesmo pelas belezas aqui!
    Um beijo!

    Mell

    ResponderExcluir
  10. eu com minhas mãos pequenas e unhas frágeis mesmo sendo fraca perante a dor alheia, fui forte o bastante para arrancar o coração dele...

    ResponderExcluir
  11. O lôbo que todos temos. Alguns cortam as unhas dele e sem garras um lobo é só boca.

    Beijos Lilian!

    ResponderExcluir
  12. Preciso tanto,tanto...^^
    Para te morder e para soprar a fim de que eu não te doa demais, meu amor, já que tenho que te doer...
    Lindo demais isso!
    =)*

    ResponderExcluir
  13. Que lindo o seu Blog! Que lindo o seu post! Adorei. Fico por aqui, seguindo... claro!
    Abraços flor.

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)