30 de jul de 2010

gosto tanto de você, baby.



Você me ama pelo que me mata. E se apunhalo é porque é para você, para você que escrevo — e não entende nada.
Caio Fernando Abreu

5 comentários:

  1. Que lindo, amiga!
    E doloroso, mas verdadeiro!
    eles nunca entendem
    nunca!

    abraços apertados!

    ResponderExcluir
  2. Caio sabia das coisas! ^^

    Lindo seu blog!
    Muito agradável mesmo!

    Te sigo agora!

    Beijo, moça!

    ResponderExcluir
  3. Drama e amor. Muito bonito *--*
    Beijos ;*

    bellanogueiira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Lindo, lindo trigêmea!
    A gente costuma escrever pra alguém que (sabemos) não vai ler, não vai entender, não vai aceitar.
    A vida tem dessas coisas...

    Beijocas! ♥

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)