24 de mar de 2010

Onde está o escorpião?


“Úrsula se perguntava se não era preferível se deitar logo de uma vez na sepultura e lhe jogarem a terra por cima, e perguntava a Deus, sem medo, se realmente acreditava que as pessoas eram feitas de ferro para suportar tantas penas e mortificações. E perguntando e perguntando ia atiçando sua própria perturbação e sentia desejos irreprimíveis de se soltar e não ter papas na língua como um forasteiro e de se permitir afinal um instante de rebeldia, o instante tantas vezes desejado e tantas vezes adiado, para cortar a resignação pela raiz e cagar de uma vez para tudo e tirar do coração os infinitos montes de palavrões que tivera que engolir durante um século inteiro de conformismo.

– Porra! – gritou.

Amaranta, que começava a colocar a roupa no baú, pensou que ela tinha sido picada por um escorpião.

– Onde está? – perguntou alarmada.

– O quê?

– O animal! – esclareceu Amaranta.

Úrsula pôs o dedo no coração.

– Aqui – disse.”
.
Gabriel Garcia Marquez
in Cem anos de Solidão
.

7 comentários:

  1. Lindo, lindo!
    Márquez é um dos meus autores favoritos... Adoro "Cem anos de Solidão" mas, meu favorito é " O amor nos tempos do Colera" sempre volto a esse livro!

    bjos menina!

    ResponderExcluir
  2. Lindo, Lilian.
    E acreditar que ainda não li esse livro...

    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Caramba... tô querendo ler esse livro.
    Agora é um bom momento.

    ResponderExcluir
  4. Ele é incrível! Bom gosto o seu de trazer pra junto Gabriel Garcia. Adorei seu canto.

    Beijoca

    ResponderExcluir
  5. Ameii' Obra magnificaaaaa *-*

    Beijus

    FlÔR!

    ResponderExcluir
  6. tem selinho lah no blog p/ ti... bjinhus

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)