14 de nov de 2011

Ballerina Derramada


Outro dia você não veio. E gastei por nada a fita das sapatilhas azuis. Gastei à toa o pulo ensaiado no ar. A maquiagem bonita, até o batom, tudo em vão.

O perfume que estava na última gota. O cabelo arrumado assim, amarrado só pra você ver. E nada. Em nenhuma cadeira você esteve. Meus rodopios, meus floreios e bordados. A espera toda e o brilho do olho, tudo perdido no ar. A luz bem acesa do palco e do sorriso. Foi só pra você, meu amor. Desperdício.

Os versos bonitos que ensaie pra cantar. O violão que aprendi a dedilhar. Cada compasso da dança era teu. E nada. A rosa que colhi bem madura e coloquei entre os seios, perfumada, exuberante e rubra a rosa. Até amanhã está morta. Amanhã você vem?

O gliter derramado no cabelo, a lágrima pintada no olho, as meias coladas nas pernas. Eram pra ti,meu bem. A música escolhida no disco, o champanhe gelado no camarim. Os morangos escolhidos na feira e cobertos de creme amarelo. Tudo é para o lixo agora?

As fitas penduradas na sombrinha. A corda esticada até o fim. A pele limpa cheirando alecrim. O banho demorado de espuma colorida. Era, tudo, pra você. E outro dia você não veio. Decerto foi ensolarar outro lugar. E assim fez-se noite dentro de mim.

Noite entre rostos estranhos, que aplaudem e aplaudem o espetáculo que não é deles. Que é teu. Que é só teu. E que você não quis.
V. Linné

12 comentários:

  1. Obrigado, caríssima, por me deixar sempre um cantinho da estante. Só o que me inveja é que tuas imagens são sempre melhores do que as minhas. hehehehe.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Interessante como as palavras de um texto e a realidade se confundem nas histórias de ambos... Muito bonito!

    ResponderExcluir
  3. Texto lindo, mas com uma tristeza junto :( é ruim d+ sentir que a pessoa que queríamos não está ali!

    ResponderExcluir
  4. Às vezes é assim, dá vontade de deixar um dia a pessoa que nos faz isso esperando também.. 'o troco', humanidade que não acaba em mim..

    ResponderExcluir
  5. Simplesmente perfeito, porém não foi valorizado por tal alguém.
    Beijos querida obrigada pela sua visita

    ResponderExcluir
  6. Belo texto... Doce desabafo!

    bjo
    bom dia!
    =)

    ResponderExcluir
  7. Lilian, que texto maravilhoso! Sem sombra de dúvidas, o mais belo que li hoje. Adorei a força e a doçura das palavras. Um espetáculo. :)

    ResponderExcluir
  8. Sinto um amor não correspondido...

    ResponderExcluir
  9. Muito triste e ao msm tempo muito profundo e bonito.

    ResponderExcluir
  10. A gente se gasta tanto, se arrebenta de existir.

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)