15 de abr de 2011

Nenhuma outra lâmina


...nenhum som me importa 
afora o som do teu nome que eu adoro.
E não me lançarei no abismo,
e não beberei veneno, 
e não poderei apertar na têmpora o gatilho.
Afora 
o teu olhar
nenhuma lâmina me atrai com seu brilho.


Wladmir Maiakóvski

9 comentários:

  1. e não nos lançaremos...ficaremos bem e esperaremos que o tempo passe...

    Um beijo, Lilian!

    ResponderExcluir
  2. Fiquei sem palavras e ar com estas palavras!Perfeitas e sem medidas!Parabéns pela escolha...

    Bjo


    wwwsinparangon.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Renata disse:
    Nada,nem ninguém me atrai mais...
    Não canso de repetir aquele nome que já está tão gravado que cito ele sem querer quando falo com outros.
    Lindo,lindo o post!

    *BjO LiLiAn!!

    ResponderExcluir
  4. Lilian, cheguei aqui por acaso, pelo blog do Júnior do Sin Parangon e fiquei embasbacada com a beleza da sua casa...

    Obrigada por compartilhar isso com os demais.

    Abraços, Déia.

    ResponderExcluir
  5. ai que lindo!Belas palavras
    adorei!
    Um beijo da Ju

    ResponderExcluir
  6. tão belo como o som do nome amado é ouvir o teu nome dos labios dele...

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)