25 de fev de 2011

Roubaram a minha alegria...


"Ah. Menina, o que foi que foi que aconteceu com você? O que foi que fizeram com você? Eu não sei, eu não entendo. Roubaram a minha alegria, Tiamelinha quando foi pra clínica só dizia isso: roubaram a minha alegria, é tudo uma farsa, aquele olho desmaiado, é tudo uma farsa, roubaram a minha alegria. A primavera, o vento, esperei tanto por essa margarida, e veja só. Atrofiada. Aleijada. As pedras frias do chão da cozinha , rolar nua neste chão, qualquer dia faço uma loucura, faz nada, você está nessa marcação faz mais de dez anos. Mais de dez anos. A gente se entrega nas menores coisas. "

¬Caio Fernando Abreu¬







-Sinal dos Tempos--Heróis da Resistência

3 comentários:

  1. Esse trecho foi escrito para mim nesse momento.

    ResponderExcluir
  2. A vida é feita de pequenas coisas, e é pra isso que a gente se dá.
    A vida é uma grande coisa?
    A vida é de matar.

    ResponderExcluir
  3. levando em consideração a parte da margarida... esperar só nao basta, tem que cuidar da forma certa, saber do que ela precisa... a felicidade em si nao é algo q sentamos e esperamos, é algo que devemosbuscar com todas as forças e com todo cuidado, pra nao esperarmos dez anos por algo morto...
    adorei o texto!

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)