17 de nov de 2010

Não posso.


“Você, ainda?”
“Ainda.”
“Não cansa, não?”
“Não posso, até que você se canse e, de uma vez por todas, escolha me olhar com o amor capaz de me ouvir e de me curar.”



Ana Jácomo

8 comentários:

  1. Freud disse que as mulheres não se contentam com nada menos do que o impossível.

    ResponderExcluir
  2. Oi Lílian!
    Concordo com a Ana e ainda acrescento que, como o impossível não está ao nosso alcance, nós mulheres temos sido vencidas pelo cansaço.

    Beijocas da trigêmea!

    ResponderExcluir
  3. Um olhar de amor...
    uma espera impaciente
    um desejo presente
    uma dor permanente!
    Um olhar de amor... que virá docemente!

    Beijos!
    AL

    ResponderExcluir
  4. Lindo blog. Ameei! Estou te seguindo. Dá uma passadinha no meu http://mairacintra.blogspot.com/ espero q goste.
    Bjo

    ResponderExcluir
  5. Como é difícil desistir de algumas coisas...
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  6. Sou a prova viva desse trecho!

    @Sidney_Vilao

    http://vilaodoromance.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)