16 de set de 2010

Saída

que você deveria saber que eu acabei apenas desenhando esses dois riscos nos meus punhos,sem coragem de pesar a mão sobre os meus braços e fazer cortes mais profundos.que você deveria saber que esses olhos vermelhos são por chorar,escondida no banheiro,sufocando os soluços com a mão,sentada sobre o chão gelado,evitando o espelho pra não ver minha cara com maquiagem borrada e lápis preto escorrido pelo rosto,como lágrima negra até o queixo.que você deveria saber que mesmo assim sem forças,eu joguei aquelas flores mortas do vaso e saí pra comprar uma dúzia de novas,brancas.e,que na volta,arranquei os sapatos e acelerei descalça querendo jogar o carro contra o poste e contra o muro e contra um monte de coisas que eu vi pelo caminho.que você deveria saber que eu passei a tarde toda gritando com a cabeça enfiada no travesseiro fazendo a voz sumir aos poucos.e que eu quebrei um copo na parede da sala,manchando aquele bege,cor de nada com o vermelho do resto do vinho.que você deveria saber que eu saí no meio da chuva,pisando poças e passando sob as goteiras e pedindo pra que um raio apenas um daqueles todos,me acertasse em cheio.eu achei que você deveria saber que eu achei que você deveria saber um monte de coisas,antes de me deixar.que eu mandei trocar as fechaduras da porta enquanto você dormia.achei que você deveria saber que com essa chave você não vai embora.que ela não serve pra mais nada.eu achei que deveria saber que agora você só sai daqui  se for por essa janela.pulando,assim como eu.
Eduardo Baszczyn

8 comentários:

  1. .


    Belo texto, Lilian!

    Triste e inteso.

    A verdadeira desvalorização do 'EU'

    Só estamos prontos para amar, quando amamos, acima de tudo a nós mesmos.

    Deixo beijos e sorrisos muitos

    =)


    .

    ResponderExcluir
  2. Amar às vezes dói tanto e recompensa tão pouco...
    Mas não deixamos de amar e de dar cabeçadas contra a parede, até porque, é assim que aprendemos a fazer e não fazer.

    Beijocas, trigêmea do meu ♥

    ResponderExcluir
  3. Há sempre um ponto de viragem, é necessário saber onde parar porque ás vezes doi muito...


    Bjito directamente da Lua

    ResponderExcluir
  4. Coisas que você deveria saber...

    Como de costume lindo. Beijo grande!

    ResponderExcluir
  5. Nossa! Me deixou sem palavras...

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Gostei do texto, gostei do blog..
    Vi que você está me seguindo, estou seguindo também, ok? Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Lindo texto.

    Intenso, como tudo por aki!
    :)

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)