7 de jul de 2010

Absurdamente


É madrugada e estou perdoada. Não reflito e não tento entender. Minhas palavras compulsivamente, desprendem-se de mim, saem voando. Absurdo o que escrevo? Absurdo o que sinto? Absurda é a vida. E adoro essa palavra. Vou dizer. Te amo, droga. Te amo, não adianta. Te amo e parece impossível não te amar. Te amo com toda a minha razão, com toda a minha loucura, com tudo de mim que não entendo, e com tudo o que tenho certeza que sou. É no amor que sinto por ti que me perco, e que me encontro. É te amando que cresço assustadoramente. Que sofro desesperadamente. Que mergulho na escuridão. Que ressurjo mais forte. Mais clara, mais leve. É te amando que me sinto a mais viva das criaturas. Te amo, droga. Perto ou longe de ti. Te amo, raciocinando e sonhando. Te amo com os pés no chão e com a cabeça nas estrelas. Te amo hoje, e te amo amanhã. Te amo odiando, duvidando, fugindo, furiosa, vingativa. Te amo serena e doce, e mansa. Te amo no silêncio de mim mesma e no ruído das multidões. Te amo na tristeza decepcionante de minhas limitações e te amo tendo o mundo aos meus pés. Mesmo não tendo você, e agora aceitando a ideia de que talvez nunca tenha, te amo. Porque meu amor é teimoso como eu: acredita e insiste no invisível, no improvável e no impossível.
Renata Bezerra

Furtado carinhosamente da minha querida

9 comentários:

  1. quando a gente ama, ama mesmo e acabou! =)
    adorei teu blog, to te seguindo! beijão! ;**

    ResponderExcluir
  2. Florzinhaaa
    Tem mais selinho te esperando no meu blog!
    Dá uma passadinha lá!
    Bjinhus =*

    ResponderExcluir
  3. Que blog lindo! Belos posts!
    Bsos.

    ResponderExcluir
  4. Quem ama ama com todas as forças!
    Lindo!
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. nossa lindo, me indentifiquei muitoooo


    bjs!

    ResponderExcluir
  6. Lindo, sou fã da Renata...

    Beijão querida.

    PS: no fds farei o desafio das fotos.

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)