27 de mai de 2010

Ela dança a coreografia de seus sentimentos, e todos podem ver.


Ela é mais que um sorriso tímido de canto de boca, dos que você sabe que ela soube o que você quis dizer. Ela fala com o coração e sabe que o amor, não é qualquer um que consegue ter. Ela é a sensibilidade de alguém que não entende o que veio fazer nessa vida, mas vive.

Ela tem muita dúvida como todos têm. Mas nem todos sabem a beleza de saber lidar com a tristeza. Ela sabe. Ela ouve a música que seu coração pede e modela seu ritmo ao seu estado de espírito. Ela dança a coreografia de seus sentimentos, e todos podem ver.

Ela é um pote de cristal, tão tranparente quanto, tão rico quanto. Mas um cristal que não sabe seu real valor, um achado no meio de tantos outros pobres potes que são apenas de vidro. Estes se quebram e são varridos como um objeto qualquer. Mas ela não, se ela quebra, é a tristeza de um cristal que se foi. E todos sentem.

Por um instante estive com esse cristal bem perto. Hoje sei a falta que ele faz, e embora alguns digam “tanto faz”, eu digo que te amo.

Mika Pedrosa

21 comentários:

  1. Ai Lilian, que lindo!

    Adorei...

    Pensava que esse primeiro parágrafo era do Caio.


    bjos querida

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia Mika Pedrosa...

    Gostei muito deste escrito!

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Sabia que não era do Caio, só não sabia de quem era, rs
    Que bom que postou aqui!
    Beijocas =*

    ResponderExcluir
  4. Mas o que mais gostei mesmo foi do título!
    beijos flor.

    ResponderExcluir
  5. nossa! mto lindo! amei!!! o texto, o blog.... não só seguindo, como divulgando no meu blog...
    ;*

    ResponderExcluir
  6. Adorei, principalmente o fim.
    lindo!

    Um Beijão!!!

    ResponderExcluir
  7. Nossa, o final... Uma pena só dar valor quando perde...

    Abraço, flor!

    ResponderExcluir
  8. Tem um selo pra vc, lá no meu blog!!
    =)
    http://doncarioca.blogspot.com/

    beijos

    ResponderExcluir
  9. Adorei o final!

    "Hoje em dia conhecemos o preço de tudo e o valor de nada."

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Caramba, obrigada mesmo por me proporcionar uma leitura tão boa.

    : )

    o titulo é pura perfeição.

    paz.

    ResponderExcluir
  11. Li,eu me emocionei ao ler esse texto,e agora ao vê-lo postado tão docemente assim...
    Tamanha sensibilidade,só poderia mesmo vir de você amiga!

    Amo-te!
    Amo-teee!
    Amo-teeeeeeeee!

    ResponderExcluir
  12. Cristais desses são raros de se achar, e mais raros ainda de perceber por perto, assim como está escrito, parecem potes normais, só sentimos a falta quando quebrado, só que aí, é tarde demais..
    Tu é um desses cristais, não deixe que te quebrem!
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  13. Profundo hein... Adorei a metáfora do cristal, de muito bom gosto, pude perceber direitinho a dimensão do teu sentimento! Parabéns!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  14. Olá Lilian! Muito Obrigada pelo prestígio.
    Lindo blog!

    Abraços,

    Mika Pedrosa
    (mika.pedrosa@hotmail.com)

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)