2 de mar de 2010

Amor é quando...


'Amor é quando você acha que a pessoa com quem você se relacionava era egoísta, possessiva e infantilóide e isso não reduz em nada a sua saudade, não impede que a coisa que você mais gostaria neste instante é de estar tocando os cabelos daquela egoísta, possessiva e infantilóide.
Amor é quando você sabe tintim por tintim as razões que impedem o seu relacionamento de dar certo, é quando você tem certeza de que seriam muito infelizes juntos, é quando você não tem a menor esperança de um milagre acontecer, e essa sensatez toda não impede de fazê-lo chorar escondido quando ouve uma música careta que lembra os seus 14 anos, quando você acreditava em milagres.'


Martha Medeiros

7 comentários:

  1. bah muitoO show!!!
    eu amoO a Martha Medeiros!
    Amei!

    ResponderExcluir
  2. é, já não tenho mais 14 anos,
    mas ainda acredito em milagres. *-*

    Nostálgico!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Que texto mais lindo, comovente e sábio. Amei. Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Cara, onde Martha Medeiro tinha escondido esse trecho que eu nunca tinha visto? É simplesmente perfeito :O Amei, muito mesmo - sou eu todinha nesse exato momento, haha.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Achei fantástico e tomei a liberdade de levar o texto para o meu blog...

    Gostei deste teu canto e irei voltar!
    Bjito directamente da Lua

    ResponderExcluir
  6. Lilian...

    Obrigada por trazeres estas lindas palavras até aqui.
    É, esse é o amor real, não o do faz-de-contas...

    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Ah, acho meio idiota, sentimentaloide e não conto a quase ninguém, mas sou uma viciada em Martha Medeiros.

    Um beijos

    Ella

    ResponderExcluir

Agradecemos a preferência.Volte sempre ! :)